Saber realizar uma boa gestão financeira em uma empresa é algo que todos que trabalham na área de gestão desejam.

Não à toa, afinal, as atividades exercidas na função funcionam como base para todo o resto da corporação que, literalmente, depende do desempenho adequado do financeiro para poder ter bons resultados.

Usar uma estratégia eficaz, preparar técnicas e aplicar métodos certeiros são algumas coisas que você pode fazer para ter uma boa gestão financeira na sua empresa e garantir resultados positivos para ela.

Neste blog, separamos 7 dicas para ajudar você nesta missão, das mais simples até as mais complexas. Confira!

O que é a gestão financeira e por que ela é importante?

Antes de irmos direto para as dicas, deixaremos um breve resumo do que é a gestão financeira e por que ela é tão importante para o sucesso de uma empresa.

A gestão financeira em empresas é o conjunto de tarefas, funções, processos e ações que permite organizar e fornecer recursos para todos os departamentos e setores.

Ela é importantíssima pois é a partir dela que a empresa sabe onde investir, como e onde administrar recursos, onde reduzir custos, como solucionar problemas e muitas outras coisas.

Uma boa gestão financeira é importante pois é ela que vai definir como está o rumo da empresa e se ela vai chegar, ou não, ao fim do mês com lucros.

Conseguiu entender um pouco sobre a importância desta área?

Agora que você já sabe mais sobre, confira as dicas que preparamos.

1 – Faça planejamentos e trace estratégias

Um dos passos mais importantes para o sucesso de qualquer área, seja ela pessoal ou profissional, é saber planejar e analisar as estratégias feitas. E é assim também com a gestão financeira.

Um planejamento estratégico é útil pois assim você consegue entender onde exatamente a empresa e o financeiro estão no momento e, deste modo, definir onde quer chegar e como vai fazer isso.

Definir metas e objetivos, sempre com períodos de tempo para alcançá-las pode fazer com que a produtividade do setor aumente e, consequentemente, a empresa também cresça.

Uma dica aqui é utilizar indicadores para ir acompanhando a realização das metas e poder ver onde a empresa está acertando ou errando.

2 – Dicas de gestão financeira: cuide da inadimplência

Esta é uma das áreas onde empresas de todo tipo, sejam elas pequenas, grandes ou médias, acabam por, infelizmente, deixar de lado.

A inadimplência, se deixada de lado, pode acabar criando furos no caixa e comprometer muito a saúde financeira de uma empresa. Inclusive, é um dos motivos do por que muitas empresas do brasil todo acabam falindo.

As contas que sua empresa precisa pagar vão chegar de um jeito ou de outro, afinal, em todo negócio existem contas fixas e, por isso, é tão importante resolver esses créditos pendentes dos clientes. Existem diversos jeitos de resolver esse problema em sua empresa, como, por exemplo:

– Ofereça condições de pagamento flexíveis;

– Invista em ferramentas de cobrança;

– Anote e organize os processos financeiros, dando importância a dados como datas de vencimento, valores e clientes que costumam atrasar pagamentos;

– Faça cobranças mais amigáveis.

Saber quais são os tipos de devedores e clientes e como lidar com eles também é algo que irá fazer diferença na próxima vez que você for realizar uma cobrança ou lidar com algum tipo de crédito pendente.

3 – Utilize um software de gestão financeira

Cada vez mais, o uso da tecnologia não é mais um diferencial e sim algo essencial.

Existem diversos softwares de gestão financeira pelo mercado, tanto gratuitos quanto pagos e com eles é muito mais fácil realizar ações do que seria utilizando apenas métodos tradicionais e manuais. Um bom software pode ajudar você a otimizar processos, organizar planilhas e dados e a ter uma visão geral do financeiro da empresa.

4 – Separe as verbas para cada setor

Um erro muito comum é o de deixar a verba da empresa disponível o tempo todo, para todos os setores.

Quando isso é feito, é quase que impossível de gerenciar corretamente os custos e gastos de cada departamento.

Ao delimitar orçamentos e até mesmo contas para cada divisão da empresa você consegue anotar e definir cada despesa e evita que uma área acabe desfalcada enquanto outra esteja gastando demais.

Lembre-se de que deve haver um controle sempre para que as verbas não acabem se confundindo ou utilizando o orçamento disponível de outro e, caso isso aconteça, não esqueça de anotar sempre, para eventuais relatórios e dados estarem sempre disponíveis quando preciso.

5 – Dicas de gestão financeira: anote tudo!

Essa dica pode parecer boba e até mesmo não tão útil a primeiro momento, mas muitas empresas acabam esquecendo de aplicá-la.

Todas as entradas e saídas no financeiro da empresa devem ser registradas a fim de evitar confusões, erros e principalmente, prejuízos.

Saber exatamente quanto dinheiro está disponível e quais são os gastos e recursos que estão sendo utilizados é fundamental para poder gerenciar esta parte da empresa.

6 – Busque conhecimento

Ao ler este blog você já está cumprindo este passo. Conhecimento é algo importante em todas as áreas e setores que você for trabalhar ou gerenciar.

Na gestão financeira, saber todos os aspectos que envolvem o dinheiro que entra e sai da sua empresa é indispensável para uma boa execução do trabalho. Existem diversos cursos, livros, blogs, e-books, vídeos e uma infinidade de meios de se aprofundar no conhecimento financeiro.

Você pode até mesmo optar por um curso de nível superior, caso queira, o importante é sempre estar atrás de meios de obter mais conhecimento e descobrir como transformar a teoria aprendida em uma prática bem feita.

7 – Saiba aprender com seus erros

Uma dica para toda a vida que pode ser aplicada na gestão financeira é a de que nem sempre iremos acertar e, muitas vezes, vamos inclusive acabar errando tentando acertar.

Porém, a questão aqui é não ficar desmotivado e nem desistir quando isso acontecer, mas sim, buscar novas soluções e maneiras diferentes de resolver os erros e problemas e enfrentar esses desafios.

Quanto mais tempo você trabalha, maiores são as chances de você acabar cometendo um erro ou outro.

É preciso levar esses erros como aprendizados e entender o porquê de eles terem acontecido.

Pronto para aplicar essas dicas?

Aprender como fazer uma boa gestão financeira não é algo fácil. Leva tempo, dedicação e comprometimento.

As responsabilidades da função são sérias e qualquer erro pode acabar colocando em risco a saúde financeira da empresa e até mesmo o próprio negócio.

Mas com conhecimento e empenho, você consegue realizar o que é preciso.

Gostou das nossas dicas? Elas foram úteis para você? Se sim, não esqueça de compartilhar com alguém que possa precisar delas!